Casa das Rosas

Casa das Rosas

No coração de São Paulo, a Casa das Rosas permanece como um marco da arquitetura de 1930, aberta ao público, oferece um local de celebração da poesia, da literatura e das artes em geral. Vale a pena explorar seus sentidos participando de palestras, cursos, exposições sentindo o perfume das rosas do jardim do casarão.

A construção foi conduzida pelo renomado arquiteto Francisco de Paula Ramos de Azevedo, que desenhou sua casa em meio às casas dos grandes barões do café. Seus herdeiros viveram ali até os anos 80, quando a Avenida Paulista já não era mais a mesma; cheia de bancos, prédios comerciais e o grande fluxo de carros e pessoas.

Ameaçada de demolição, a mansão foi preservada em uma ação inédita no Brasil. No centenário da Av. Paulista, a casa foi inaugurada como Centro Cultural após reforma. Em 2004, o Espaço passou a oferecer à população de São Paulo cursos, oficinas de criação e crítica literárias, palestras, ciclos de debates, lançamentos de livros, apresentações literárias e musicais, saraus, peças de teatro, exposições ligadas à literatura, etc.

A resposta da população tem sido surpreendente. Das cerca de 8o mil pessoas que visitam a Casa das Rosas anualmente, a grande maioria é composta por frequentadores dos seus cursos e eventos literários. Sucedem-se os relatos de pessoas das mais variadas formações, idades e nível social que se iniciaram na literatura por meio dos trabalhos na Casa das Rosas.

A maioria das pessoas acha que por ter portões que ficam fechados, é uma casa que mora alguém. Mas é só abrir, entrar e aproveitar um dos centros culturais de Sampa.

Texto: Renato Sostena

 

Mais Brasil

O Blog Mais Brasil agrega num só lugar tudo o que você precisa saber dos principais destinos do Brasil. Funciona como um guia de passeios para você se divertir e enriquecer culturalmente em suas viagens.

No Comments

Deixe seu comentário

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked